SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

sábado, 31 de agosto de 2013

Sob o olhar de Domingos Souza, Ibitipoca! Parte I - Conhece? Aprecie sem moderação!






















 Gostou?
Ainda teremos a Parte II e III, corra e se apresse para conhecer este paraíso chamado Ibitipoca.

Obs.: Todas as fotos são de autoria de Domingos Souza.
Beijos galera!



TONS DE ROSA PARA ALEGRAR O SEU ANIVERSÁRIO QUERIDA AMIGA LUCIANA LINDA! PARABÉNS!

 Querida amiga Lú que Deus abençoe poderosamente sua jornada!
 Quando passares por momentos tristes lembre-se que haverá sempre 
um caminho especial para curtir a alegria!
 A luz do Senhor Jesus irá sempre iluminar seu coração!
Creia!
 "Aquilo que os olhos não viram..." 
É o que Deus tem preparado para sua vida!
 As flores sempre nortearam seu lindo sorriso!

 E não há de faltar refrigério para todas as manhãs.
Amamos você!
Felicidades!
Abraços, Aline Carla Rodrigues e família.

PENSAMENTO PARA O DIA


Show de André Codeço e banda no SESI foi fantástico! Universo Paralelo nos fez delirar!





Amei!

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Augusto Pessôa apresentará, na Cidade das Artes, Histórias de Antanho, imperdível!





Augusto Pessôa é ator, cenógrafo, figurinista, arte educador e dramaturgo, formado em Artes Cênicas pela UNIRIO - Universidade do Rio de Janeiro. Ele possui um currículo premiado por suas atividades, mas gosta mesmo é de contar histórias.

Seu trabalho como contador resgata a cultura popular, criando espetáculos teatrais como: Maria Borralheira, O Rei Doente do Mal de Amores, Malasartes, e A Moura Torta.

Ele apresentará, na Cidade das Artes, Histórias de Antanho, onde conta histórias de importantes folcloristas, como Silvio Romero, Câmara Cascudo e Basílio de Magalhães. Tais contos levam à uma reflexão sobre relações humanas seguindo uma narrativa popular.

A apresentação é gratuita e acontece no sábado, dia 31/08, às 15h. A Sala de Leitura da Cidade das Artes é fruto de uma parceria com o Rio Design.

Pensamento para o dia



Bom dia!

Salmo (119.103) diz:
 "Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar!"

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Resposta



Resposta
Milton Nascimento

Bem mais que o tempo
Que nós perdemos
Ficou pra trás
Também o que nos juntou

Ainda lembro
Que eu estava lendo
Só pra saber
O que você achou
Dos versos que eu fiz
E ainda espero
Resposta...

Desfaz o vento
O que há por dentro
Desse lugar
Que ninguém mais pisou

Você está vendo
O que está acontecendo
Nesse caderno
Sei que ainda estão

Os versos seus
Tão meus que peço
Nos versos meus
Tão seus que esperem
Que os aceite

Em paz eu digo que eu sou
O antigo do que vai adiante
Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar distante...

Bem mais que o tempo
Que nós perdemos
Ficou pra trás
Também o que nos juntou

Ainda lembro
Que eu estava lendo
Só pra saber
O que você achou

Os versos seus
Tão meus que peço
Nos versos meus
Tão seus que esperem
Que os aceite

Em paz eu digo que eu sou
O antigo do que vai adiante
Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar distante (2x)

Desfaz o vento
O que há por dentro
Desse lugar
Que ninguém mais pisou

Você está vendo
O que está acontecendo
Nesse caderno
Sei que ainda estão

Os versos seus
Tão meus que peço
Nos versos meus
Tão seus que esperem
Que os aceite

Em paz eu digo que eu sou
O antigo do que vai adiante
Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar distante (2x)



Foto do entardecer em Ibitipoca de Domingos Souza;

"Ler é somar-se ao mundo"!

 
Leia!

Foto de Domingos Souza sobre a leitura de Ibitipoca.

SANTOS DUMONT POR LARTIGUE



O brasileiro Alberto Santos Dumont (1873-1932) foi uma grande admiração de Jacques Henri Lartigue. Em 1906, Maurice, irmão do fotógrafo, começou a construir artefatos voadores na antiga adega do castelo de Rouzat. Sempre interessado em movimento (das pessoas, dos carros), Lartigue passou a fotografar dirigíveis e aeroplanos.



Filho de uma rica família de fazendeiros de café, Santos Dumont realizou na França suas experiências a partir de 1898 e ao longo das primeiras décadas do século XX. Em 12 de novembro de 1906, por exemplo, o 14-bis decolou no bosque de Boulogne, em Paris, batendo o recorde europeu de duração em voo (220 metros em 21 segundos).

Comemorando, naquela mesma noite, sua vitória no restaurante Maxim’s, ele explicou ao amigo Louis Cartier as dificuldades que tinha para pegar e verificar, durante o voo, seu relógio de bolso. Cartier, então, concebeu o primeiro relógio de pulso do mundo, que Santos Dumont passou a usar.

Lartigue obteve em 1908 a carteira de membro da Liga Aérea e pôde entrar nas pistas de aviação, fotografando Roland Garros, Santos Dumont, Hubert Latham, Louis Paulhan, os irmãos Farman, Louis Blériot e outros.

Ele acompanhou o aviador brasileiro em alguns experimentos e passeios, como numa temporada em Saint-Moritz, na Suíça, em 1913. As imagens de Santos Dumont captadas por Lartigue estão nos álbuns do fotógrafo reproduzidos nesta página.






























Imperdível! Dia 30 de agosto, Universo Paralelo com André Codeço.


PENSAMENTO PARA O DIA


"Em todo o tempo ama o amigo,
mas na angústia nasce o irmão".
(Provérbios 17.17)

Foto: Aline Carla e a amiga Edilaine, foto tirada por Zéluis.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...