SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

terça-feira, 31 de maio de 2011

PEDRO FERREIRA É REPÓRTER POR UM DIA NO TRIBARTE E TROUXE UM DESAFIO INSTIGANTE PARA O NOSSO CÉREBRO. EU JÁ FIZ O MEU E FIQUEI SURPRESA! FAÇA O SEU!

Para que lado a mulher está se movendo? Se você consegue vê-la  movendo em sentido horário, você está usando o lado direito do seu cérebro;mas se você a vê se movendo em sentido anti-horário, você está usando o lado esquerdo do cérebro. Algumas pessoas podem vê-la se movendo para os dois lados, mas a maioria não consegue.
Tente vê-la se movendo nas duas direções. Se você conseguir fazer isso, já é uma vitória (não há números para o Brasil, mas estima-se que apenas 14% da população norte-americana consegue vê-la se movendo para os dois lados). 
E se conseguir fazer isso SEM TIRAR os olhos dela ou piscar (e voluntariamente), seu QI é acima de 160, segundo um teste da Universidade de Yale (que desenvolveu essa figura).
BOA SORTE !
OBS.: Querido Pedro, amei sua sugestão de postagem! Fiz meu teste e gostei do resultado.
Espero sempre sua interação com o TRIBARTE, você é muito importante para nós!
Grande abraço!
Fonte: Zootrópole

PERGUNTAS - MARTHA MEDEIROS

Perguntas

Quantas vezes você andava na rua e sentiu um perfume e lembrou de alguém que gosta muito?
Quantas vezes você olhou para uma paisagem em uma foto, e não se imaginou lá com alguém... 
Quantas vezes você estava do lado de alguém, e sua cabeça não estava ali? 
Alguma vez você já se arrependeu de algo que falou dois segundos depois de ter falado? 
Você deve ter visto que aquele filme, que vocês dois viram juntos no cinema, vai passar na TV... 
E você gelou porque o bom daquele momento já passou... 
E aquela música que você não gosta de ouvir porque lembra algo ou alguém que você quer esquecer mas não consegue? 
Não teve aquele dia em que tudo deu errado, mas que no finzinho aconteceu algo maravilhoso? 
E aquele dia em que tudo deu certo, exceto pelo final que estragou tudo? 
Você já chorou por que lembrou de alguém que amava e não pôde dizer isso para essa pessoa? 
Você já reencontrou um grande amor do passado e viu que ele mudou? 
Para essas perguntas existem muitas respostas... 
Mas o importante sobre elas não é a resposta em si... 
Mas sim o sentimento... 
Todos nós amamos, erramos ou julgamos mal... 
Todos nós já fizemos uma coisa quando o coração mandava fazer outra... 
Então, qual a moral disso tudo? 
Nem tudo sai como planejamos portanto, uma coisa é certa... 
Não continue pensando em suas fraquezas e erros, faça tudo que puder para ser feliz hoje! 
Não deite com mágoas no coração. 
Não durma sem ao menos fazer uma pessoa feliz! 
E comece com você mesmo!!!

INFLUÊNCIAS DO MOVIMENTO CUBISTA E DO PINTOR MONDRIAN NO DESFILE DA ACQUASTUDIO.

ACQUASTUDIO.
INSPIRAÇÃO:- Movimento Cubista e o pintor Mondrian.
TENDÊNCIAS:- Bordados canutilhos, vidrilhos Tecidos: Organza e tule de algodão.
Franjas, saias longas e peças com comprimentos abaixo do joelho.
CARTELA DE CORES:-Tons suaves.
ESTILISTA:-Esther Bauman
Desfile na segunda-feira (30/05/2011), às 18hs.
Confira abaixo:


















Esther, estilista da Acquastudio (Foto: Divulgação).
Esther Bauman é responsável pela Acquastudio, marca que confecciona exclusivamente vestidos de festa.Fotos fotosite/g1/modaspot/

KENNETH SNELSON

Kenneth Snelson é um Escultor e Fotógrafo dos EUA. Estudou na Universidade de Oregon, no Black Mountain College e foi aluno do Pintor e Escultor Cubista Francês Fernand Léger. Propõe em seus trabalhos uma reflexão entre a estruturação rígida das formas no espaço e sua aparência dotada de leveza. Com obras, muitas vezes monumentais e um dos associados desta prática nos EUA, trabalha com mínimos elementos ou simplesmente linhas, utilizando uma técnica de construção de domos geodésicos. Construídas entre tubos rígidos de alumínio e ferro, dispostos de maneira flexível alcança uma linguagem com formas suaves e de grande harmonia. Em 1999 ganhou o Lifetime Archievement in Contemporary Sculpture Award e entre suas obras podemos destacar ” Mora Terry II ” no Birminghan Museum of Art, ” Mozart I ” de 1982 na Stanford University na Califórnia e em New York a ” Sun River ” de 1967 no Whitney Museum of American Art. 
 KENNETH SNELSON
                                                                            KENNETH SNELSON
 KENNETH SNELSON - THREE REDS, 1966.
KENNETH SNELSON - THREE REDS, 1966.

KENNETH SNELSON - E.C.COLUMN 1/4, 1969.
KENNETH SNELSON - E.C.COLUMN 1/4, 1969.

KENNETH SNELSON - FREE RIDE HOME, 1974.
KENNETH SNELSON - FREE RIDE HOME, 1974.

KENNETH SNELSON - ANDREA`S DAY, 1974.
KENNETH SNELSON - ANDREA`S DAY, 1974.

KENNETH SNELSON - CORONATION DAY, 1980.
KENNETH SNELSON - CORONATION DAY, 1980.

KENNETH SNELSON - MOZART I, 1982.
KENNETH SNELSON - MOZART I, 1982.

KENNETH SNELSON - DRAGON, 2000-03.
KENNETH SNELSON - DRAGON, 2000-03.

KENNETH SNELSON - RAINBOW ARCH, 2001.
KENNETH SNELSON - RAINBOW ARCH, 2001.
Fonte: Curso de História da Arte 
f

Toda terça tem no TRIBARTE questões de Artes.

Questão 01
Nos centros urbanos do Brasil colonial, a arquitetura e as artes caracterizaram-se pelo estilo:
(a) Rococó;
(D) Modernista;
(B) Renascentista;
(E) Barroco.
(c)Art Nouveau;


Questão 02
Observe a imagem abaixo:

Esta obra é considerada a mais importante de Pablo Picasso, pintor espanhol da “Escola Cubista” e reflete os horrores dos ataques nazistas à sua cidade natal,durante a Guerra Civil Espanhola. Seu nome é:
(a) Senhoritas de Avignon.
(B) Impressão: nascer do Sol.
(c)Persistência da Memória.
(D) Guernica.
(E) O Grito.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Já temos a mais nova campeã do desafio TRIBARTE XVI, e o nome dela é Jenifer.

Parabéns Jenifer! Quem fez a obra foi Kazimir Malevich, "Meninas no campo".
Segue a música da campeã:

Vídeos sobre Kazimir Malevich




Victor Vasarely para muitos considerado o "pai da OP ART".


Victor Vasarely, nascido Hungria, (Pécs, 9 de abril de 1908 — 
Paris, 15 de março de 1997) foi um pintor e escultor húngaro radicado na França. 
Considerado o "pai da OP ART" (abreviatura de Optical Art).
Nasceu em Pécs na Hungria, tendo ido posteriormente estudar arte em Budapeste, onde se familiarizou com o movimento Bauhaus e com os trabalhos de Paul Klee, Kandinsky e Josef Albers. A influência destes, teve um impacto tal na sua obra, que se poderá afirmar que, nela, tenta resumir os princípios dos pioneiros da Bauhaus, segundo a qual, o movimento não depende, nem da obra de arte em si mesma, nem do tema específico que se pretende ver retratado, mas antes da apreensão do ato de olhar, que por si só é considerado o único criador.
Em 1930 foi viver em Paris, onde trabalhou como designer gráfico em várias empresas de publicidade. Depois de um período de expressão figurativa, decidiu optar por uma arte construtivista e geométrica abstrata, tendo-se dedicado nos 13 anos seguintes ao aprofundamento de conhecimentos gráficos. O seu fascínio por padrões lineares levou-o a desenhar diversos motivos através da utilização de grelhas lineares bicolores (pretas e brancas) e das deformações ondulantes, onde a sensação de profundidade e a multidimensionalidade dos objectos foram sempre uma preocupação constante. Posteriormente, a introdução da cor nos seus trabalhos vai permitir ainda um maior dinamismo, através do qual pretendeu retratar o universo inatingível das galáxias, a gigante pulsação cósmica e a mutação biológica das células. Os seus trabalhos são então essencialmente geométricos, policromáticos, multidimensionais, totalmente abstratos e intimamente ligados às ciências.
É, no entanto, o período entre 1950-60 (período Black and White) que marca definitivamente o trabalho de Vasarely, uma vez que ao introduzir pela primeira vez a sugestão de movimento sem existir movimento real, cria uma nova relação entre artista e espectador (que deixa de ser um elemento passivo para passar a interpretar livremente a imagem em quantos cenários visuais conseguir conceber), desenvolvendo e definindo os elementos básicos do que será conhecido como Op Art -um estilo e técnica que permanecerá para sempre ligado ao seu nome.
Experimentou o uso de transparências e cores em projeções, produziu tapeçarias e publicou suas primeiras gravuras. Seus quadros combinam variações de círculos, quadrados e triângulos, por vezes com gradações de cores puras, para criar imagens abstratas e ondulantes. Viajou por muitos países, sempre recebendo vários troféus.
É considerado um dos principais artistas do movimento Optical Art, entre suas obras se destacam suas "Vegas", obras caracterizadas pela impressão 3D concedida as 'esferas', e por cores contrastantes.

domingo, 29 de maio de 2011

PEDAÇOS DE MIM POR MARTHA MEDEIROS

      Madonna obra de Anderson Thieves
PEDAÇOS DE MIM

Eu sou feito de
Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos

Sou feito de
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão

Sinto falta de
Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci

Eu sou
Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante


Tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas

Muitas vezes eu
Desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,para não enfrentar
sorri para não chorar

Eu sinto pelas
Coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei

Tenho saudade
De pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo.
 Martha Medeiros

Você conhece o trabalho da fotógrafa Cristina Garcia Rodero?

 Cristina Garcia Rodero é uma Fotógrafa da Espanha. Estudou Pintura na Universidade Complutense de Madri. Dedica-se a uma profunda pesquisa em toda a Espanha dos seus conteúdos expressivos mais latentes – a força e espontaneidade popular, as paixões – muito além da visão turística ou cosmética de um povo. Poeta da imagem, Cristina percorreu todo o seu pais, retratando a vida cotidiana e as manifestações coletivas. Professora da Escola de Belas Artes de Madri, incentiva a descoberta de novos caminhos e proposições dada a força do seu exemplo. Na captura de instantes de vida, vai mais além, revelando a alma do seu povo, fotografando também no Haiti e no Kosovo Em 1989, ganhou o Prêmio da Fundação Eugene Smith, por sua série de Fotografias das festas tradicionais na Espanha e em 1995 ganhou o Prêmio Nacional de Fotografia e é membro das Agências Magnum e Vu.

CRISTINA GARCIA RODERO
CRISTINA GARCIA RODERO

CRISTINA GARCIA RODERO - " A PARTE DA TARDE ", CAMPILLO DE ARENAS, 1978.
CRISTINA GARCIA RODERO - " A PARTE DA TARDE ", CAMPILLO DE ARENAS, 1978.

CRISTINA GARCIA RODERO - OS PEREGRINOS DE USERA, 1981.
CRISTINA GARCIA RODERO - OS PEREGRINOS DE USERA, 1981.

CRISTINA GARCIA RODERO - VENTANA AL AIRE, AMOEIRO, 1986.
CRISTINA GARCIA RODERO - VENTANA AL AIRE, AMOEIRO, 1986.

CRISTINA GARCIA RODERO - NAS ERAS, ESCOBAR, 1988.
CRISTINA GARCIA RODERO - NAS ERAS, ESCOBAR, 1988.

CRISTINA GARCIA RODERO - ESTÚDIOS DE CINEMA, ALMERIA, ESPANHA, 1991.
CRISTINA GARCIA RODERO - ESTÚDIOS DE CINEMA, ALMERIA, ESPANHA, 1991.

CRISTINA GARCIA RODERO - REFUGIADOS DO KOSOVE, 1999.
CRISTINA GARCIA RODERO - REFUGIADOS DO KOSOVE, 1999
Fonte: Curso de História da Arte

Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.

Sentir-se amado 


O cara diz que te ama, então tá. Ele te ama. 

Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado. 

Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se. 

A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija... e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também? 

Pactos. Acho que é isso. Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois. 

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. "Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho". 

Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d´água. "Lembra que quando eu passei por isso você disse que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato." 

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta. 

Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.





Fonte: Martha Medeiros Divã

OBA! HOJE TEM DESAFIO TRIBARTE XVI ! QUEM FEZ ESTA LINDA OBRA?


Obs.: Desde o dia 26 estamos sem visualizar os seguidores e também os comentários por problemas do BLOGGER, creio que hoje segundo o GOOGLE tudo volte ao normal.
Não desistam de participarem, seu comentário é muito importante!
Excelente domingo à todos!

sábado, 28 de maio de 2011

O que é cordel? - Minha Princesa Cordel - Gilberto Gil e Roberta Sá

De onde vem o nome cordel?


Para entender a origem do nome, precisamos compreender como trabalhavam os vendedores de folhetos. Em sua eterna correria de feira em feira, viajando a cada dia para um lugarejo diferente, os vendedores tiveram de inventar uma maneira prática e barata de expor seus livros aos clientes e leitores. Numa livraria tradicional, os livros são colocados em estantes e prateleiras. como não podem carregar esses móveis pesados com eles, os vendedores de folhetos costumam trazer em suas malas, junto com os livros, vários rolos de barbante. Ao chegar a praça do mercado, eles esticam essas cordinhas (ou cordéis) entre dois postes ou duas árvores e nelas penduram os livrinhos abertos na página central. Foi daí que surgiu o termo literatura de cordel, que conhecemos até hoje. Nos dias de vento, os vendedores prendem os livrinhos com regadores de roupa e pronto: está montada a livraria! 

 O nome cordel está ligado à forma de comercialização desses folhetos em Portugal, onde eram pendurados em cordões, chamados de cordéis.
Fonte: Conexão do saber.


Compositor: Gilberto Gil


Minha princesa, 
Quanta beleza coube a ti 
Minha princesa, 
quanta tristeza coube a mim 

Na profundeza 
O amor cavou 
O amor furou tudo no chão 
No coração do meu sertão 
No meu torrão natal 
Meu berço natural 
Meu ponto cardeal 

Meu açúcar, meu sal 
Nossos destinos 
Desde meninos dão-se as mãos 
Nossos destinos 
De pequeninos eram irmãos 

E os desatinos 
também tivemos que vivê-los bem juntinhos 
E os caminhos nos trouxeram 
Pra esse lugar 
Aqui vamos ficar 
Amar viver lutar 
Até tudo acabar...

FLORES PARA ALEGRAR SEU ANIVERSÁRIO PRISCILA! PARABÉNS! FELICIDADES!


"SENHOR ENSINA-NOS A CONTAR OS NOSSOS DIAS PARA QUE ALCANCEMOS CORAÇÕES SÁBIOS."

RECOMEÇAR E VIVER

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...