SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

domingo, 10 de julho de 2011

Quanto pode custar 100 mil dólares quando o dinheiro vira arte?

Artista ganha prêmio e troca por notas de US$ 1 para colar nas paredes do museu Guggenheim em Nova York

por Carolina Cimenti / Nova York

Editora Globo

A instalação provoca as mais diversas reações nos visitantes.
 Crédito: Divulgação Guggenheim

O artista alemão Hans-Peter Feldmann ganhou 100 mil dólares em um prêmio. E colou todo esse dinheiro em notas de um dólar nas paredes do museu Guggenheim em Nova York. A instalação provoca as mais diversas reações nos visitantes.

“Eu teria investido todo o dinheiro. Quando tivesse conseguido dobrar a quantia, compraria um apartamento ou uma casa na praia”, diz June Albright, 24 anos, estudante. Seu amigo, Jack Goldstein, tem uma ideia mais prática. “Como os 100 mil já foram trocados por notas de um dólar, eu guardaria todo esse dinheiro em caixas e usaria para pagar as gorjetas nos bares e restaurantes”, explica. Haja gorjeta.

Outros visitantes não se sentem confortáveis no salão de 100 mil dólares. “Com dinheiro não se brinca, eu não acho a menor graça”, critica Manuel Garcia, turista português de passagem por Nova York. Talvez dinheiro não nasça em árvores, mas no Guggenheim ele brota das paredes.

De acordo com a curadoria da instalação, Feldmann tem um histórico de resistência às estruturas comerciais das artes. No passado ele se negou a realizar trabalhos assinados ou com números limitados para aumentar o valor das obras de arte, prática muito comum entre artistas plásticos. Todo o seu trabalho, desde os anos 70, brinca com a noção de “valores das artes”.
Editora Globo
A sua principal intenção ao cobrir uma sala com notas de um dólar não é fazer uma crítica aos excessos do capitalismo, mas sim colocar um conceito abstrato em um objeto que as pessoas veem e tocam todos os dias. Todas as notas utilizadas pelo artista estavam em circulação antes de serem aplicadas com finos pregos nas paredes do museu. E o artista garante que as notas voltarão à circulação quando a exposição for encerrada, no dia 2 de novembro deste ano.

Os responsáveis pela segurança do museu relembram aos visitantes dezenas de vezes por hora que não é permitido tocar no dinheiro exposto. “Mesmo assim, com todo o cuidado que tomamos, pelo menos dez notas já foram arrancadas e levadas embora”, informa a chefe da segurança do Guggenheim.

Mas pelo menos uma pergunta sobre a instalação ficará sem resposta: qual é o valor da obra de arte que utiliza 100 mil dólares pendurados nas paredes de um museu de Nova York? Provavelmente o valor será bem mais alto que a quantia exposta, mas nunca descobriremos, pois a instalação, depois de encerrada, não será exposta em outros lugares e nem será vendida. Todo esse dinheiro será usado somente para encher os olhos, não os bolsos.
Fonte: Revista Galileu

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...