SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Ouro Preto completa 300 anos com muitas histórias e tesouros



Em 300 anos de existência, Ouro Preto ou Vila Rica, como era chamada antigamente, já foi do tamanho de Nova York, já foi a capital de Minas Gerais e virou patrimônio da humanidade. A cidade tem muitos anos de vida e muitas histórias para serem contadas. O tricentenário de Ouro Preto é comemorado nesta sexta-feira (8).
Ouro Preto tem orgulho de ter a primeira escola de farmácia do país, o mais antigo teatro da América Latina e um histórico conjunto arquitetônico e artístico. A data comemora os 300 anos que a cidade foi elevada de arraial para vila.
Na época da extração do ouro, a primeira metrópole do Brasil era do tamanho de Nova York e tinha cerca de 20 mil moradores.
Para mais informações sobre o aniversário da cidade acesse o portal da Prefeitura de Ouro Preto.
Um dos pontos alto da cidade
 histórica é a famosa viagem
 de trem de Ouro Preto a Mariana.
 O trem é uma locomotiva que
 existe desde 1956.
 A viagem dura aproximadamente
 uma hora. No percurso,
as pessoas podem ver
 sítios arqueológicos e
 desfrutar cachoeiras
 e montanhas.
Ouro Preto tem um dos
 carnavais mais famosos
 do Brasil. A festa é
para todos os gostos
 musicais. Tem marchinha
de carnaval, tem música
baiana e tem samba.
As famosas festas
das repúblicas também
 fazem a alegria dos
 foliões. Os turistas
também podem curtir
os desfiles das escolas
 de samba e a passagem
 dos blocos centenários.
Na Semana Santa,
 mais de 100 moradores
 participaram da
celebração da
Paixão de Cristo.
Uma imagem de Jesus
 morto do século 18
foi trazida de Portugal
e há mais de 300 anos
 é a mesma usada
 nas semanas santas
 na cidade mineira.
A cidade é considerada
 patrimônio histórico
 da humanidade.
 Para marcar o
aniversário de
 300 anos uma moeda
 foi cunhada em prata
 para representar
as riquezas da região.
O lançamento foi na
 Casa dos Contos,
antiga Casa da Moeda.
Maior festa do Brasil
Colonial foi revivida
 em Ouro Preto.
 Segundo especialista,
foi a maior festa religiosa
 já realizada durante
 o ciclo do ouro no Brasil.
A procissão do triunfo
 eucarístico marcou a
inauguração da
primeira igreja da
antiga Vila Rica,
a matriz do Pilar.
Globo Horizonte
 foi a Ouro Preto
 para mostrar a
homenagem do
artista plástico
 Carlos Bracher
 à cidade.
 O artista lançou
 um livro sobre
 a cidade.
Fonte: Globo.com

















Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...