SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

domingo, 8 de maio de 2011

Parabéns Jenifer você é a mais nova campeã do DESAFIO TRIBARTE XIII, com muito louvor!!!

Você acertou!!! Quem fez a obra foi Mikhail Larionov.

Fantástica a sua percepção sobre a obra Raionismo vermelho de 1911.

Segue a música da campeã.



Vídeo sobre o Raionismo russo.


E alguns conceitos sobre a arte russa para ler.
VANGUARDAS RUSSAS
O ambiente artístico da Rússia nos anos anteriores à Revolução de 1917
 era de uma efervescência impressionante. A cada dia surgia um novo movimento de vanguarda, um novo manifesto era lido nos bares de Moscou, frequentados por jovens artistas. Constituíram a Vanguarda Russa as seguintes vertentes artísticas: Raionismo,Suprematismo,
Construtivismo e Não-Objetivismo.

"Composição Raionista Dominada por vermelho"
Mikhail Larionov, 1912-13

RAIONISMO - O Raionismo de Mikhail Larionov e sua esposa Natalia Goncharova consistia em formas de linhas convergentes ou divergentes a um ponto, partindo da natureza e com supremacia da cor. Mikhail Larionov lançou o manifesto Raionista em 1923.


"Quadrado Preto Sobre Fundo Branco"
Kasimir Malevitch, 1915

SUPREMATISMO 
- O Suprematismo, da cor pura e da forma, foi criado por Kasimir Malevitch e a sua geometria tinha a linha como a forma suprema, revelando a ascendência do homem sobre o caos da natureza, e o quadrado - inexistente na natureza - era o elemento suprematista básico. Kasimir Malevitch em 1915 criou o "Quadrado preto sobre fundo branco", no qual o quadrado estava cheio de ausência de objetos, e em 1918 o "Quadrado "branco sobre o branco" - a ausência da ausência -, no qual o quadrado branco seria a vontade humana fundindo o homem com o infinito.



"Monumento à Terceira Internacional"
Vladimir Tatlin, 1919
CONSTRUTIVISMO - O Construtivismo surgiu na década de 1920 quando a arte moderna era anarquia. A anarquia era o comunismo e o Construtivismo era de fato vermelho. O Construtivismo era a socialização da arte, a arte com fins utilitários - artes práticas. A ordem era a arquitetura simples e a produção de objetos / produtos utilitários. O artista era o designer. O processo criativo consistia-se no tectônico, ou seja, na arte de construir. Fusão de conteúdo e forma. Fatura (transformação dos materiais). Os irmãos AntoinePevsner e Naum Gabo (manifesto de 1920) foram os principais idealizadores. A torre de Vladimir Tatlin ficou só na maquete - Monumento a III Internacional. El Lissitzky e Alexander Rodchenko também participaram ativamente do movimento. A obra mais importante construída foi o "Mausoléu de Lênin" em Moscou. A maioria das obras projetadas ficou somente no papel, em virtude de sua complexidade e do atraso tecnológico da época. O Construtivismo rejeitava o conceito de gênio: intuição, inspiração e auto-expressão. Rejeitava a arte pela arte.

"Composição Vermelho Dominante"
Alexander Rodchenko, 1918.

NÃO-OBJETIVISMO - O Não-Objetivismo de Alexander Rodchenko, movimento que ocupara uma posição intermediária entre o Construtivismo e o Suprematismo, participando moderadamente do entusiasmo do primeiro pela mecânica e da preocupação do segundo com a busca da sensibilidade pura. Essas experiências foram interrompidas subitamente no começo dos anos 1920, quando a política artística do estado soviético sofre brusca mudança, com o fechamento dos ateliês de vanguarda.

 Obs.: Espero que tenha gostado.
         Muito obrigada por sua participação!!!
         Você é especial!!!


2 comentários:

Jennifer disse...

Obrigada Aline !
Amei os vídeos e aprendi muitas coisas...
Beijos Aline.

Aline Carla disse...

Eu é quem agradeço por ter uma participante norteada por ARTES no TRIBARTE!
Grande abraço.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...