SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

FIM DE TARDE



FIM DE TARDE
Paulo Gondim


Foi ali, que te vi passar
Vindo da rua de pedras
Aquela que ia até ao rio
Que banhava a econsta da serra
Que beijava as nuvens no horizonte

E da rua escura, de pedras,
Foste com o rio, até à serra
Banhar-se de luz, nas pedras,
Nas cores do fim de tarde

E lá, nas pedras da serra
Onde se faz mais longa minha espera
Sei que ficas a pensar
Que se põe a olhar
A beleza que encerra
O fim de tarde

E na singeleza desse encontro
Tudo se transforma nesse encanto
Na paz do momento
Todo encantamento
Se faz verdade
Se faz saudade
No fim de tarde


Ler mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=22652#ixzz1KqnUV2UP 






Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...