SEJA BEM-VINDO!

A ARTE RENOVA O OLHAR!

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Perigos da inteligência artificial armada seria maior que os de uma guerra nuclear com a Coreia do Norte, adverte CEO da Tesla


"Especialistas em inteligência artificial (IA) e robótica de todo o mundo alertaram as Nações Unidas (ONU) sobre as consequências potencialmente desastrosas da corrida internacional para desenvolver armas controladas por programas de computador autônomos.

Um total de 116 fundadores de companhias da área assinaram uma breve e discreta carta à ONU na segunda-feira (21), advertindo que, uma vez desenvolvidas, as armas de IA “permitirão conflitos armados a uma escala nunca vista antes e a intervalos de tempo mais rápidos do que os humanos podem compreender”.

“Não temos muito tempo para agir”, escreveu o grupo. “Uma vez que esta caixa de Pandora for aberta, será difícil fechar. Portanto, imploramos às altas instâncias respectivas que encontrem uma maneira de nos proteger de todos esses perigos.”

O grupo de especialistas abrange quatro continentes e é composto por fundadores das principais empresas de IA e robótica, incluindo Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX, e Mustafa Suleyman, co-fundador da empresa de IA DeepMind.

Os especialistas advertiram que as tecnologias que suas empresas estão criando poderiam ser usadas por governos mundo afora para desenvolver o armamento de IA. “Estas podem ser armas de terror, armas que os déspotas e os terroristas usam contra populações inocentes e armas hackeadas que podem se comportar de maneiras involuntárias”, relataram.

Musk tem falado sobre os perigos da IA armada há anos. Ele disse recentemente que a ameaça é maior que os do risco de guerra nuclear com a Coreia do Norte.

“Se você não está preocupado com a segurança da IA, você deveria estar. Há muito mais risco do que a Coreia do Norte”, tuitou Musk no dia 11 de agosto.


Um piloto baseado em IA executado num computador de US$ 35 já demonstrou ser capaz de vencer um piloto real de combate treinado na Força Aérea dos EUA em um simulador de combate.” — ‘Inteligência Artificial e Segurança Nacional’, estudo de julho de 2017, Harvard Kennedy School

As superpotências mundiais estão correndo para desenvolver sistemas de armas de IA, de acordo com a Human Rights Watch. Os Estados Unidos, a China, a Rússia, a Grã-Bretanha, Israel e a Coreia do Sul estão empenhados em se superar,podendo resultar na “terceira revolução da guerra”.

“Ao contrário de outras potenciais manifestações da IA, que ainda permanecem no campo da ficção científica, os sistemas de armas autônomas estão em pleno desenvolvimento no momento e têm um potencial muito real para causar danos significativos a pessoas inocentes, juntamente com a instabilidade global”, disse à CNN em 21 de agosto Ryan Gariepy, fundador da Clearpath Robotics e primeiro assinante da carta à ONU.


Máquinas de matar reacendem a discussão sobre os riscos da automação (Tsuneomp/Shutterstock)

Desenhos de Juan Francisco


Ainda que pareça uma foto em tons de azul, os quadros são desenhos feitos à mão com uma caneta comum Bic! O artista espanhol Juan Francisco Casas gasta cerca de quatro canetas esferográficas de ponta fina para cada um de seus desenhos, alguns com 3 metros de altura.



Desenhos de Juan Francisco Casa (Internet)


Desenhos de Juan Francisco Casa (Internet)


Desenhos de Juan Francisco Casa (Internet)


Desenhos de Juan Francisco Casa (Internet)

Site do artista: Juan Francisco Casas

Desenhos de Alessandro Diddi




Os olhos dizem que são desenhos tridimensionais, o cérebro diz que são desenhos 3D, mas não são!
Com papel, lápis, sombras e muita criatividade, o artista plástico Alessandro Diddi cria desenhos que parecem ser em 3D. Os desenhos saltam para fora do papel, parecem ser tridimensionais. No entanto, são desenhos em apenas duas dimensões, desenhados sobre uma folha de papel.

Alessandro Diddi, o artista italiano criador dos desenhos anamórficos mostrados aqui, diz querer que seus “desenhos façam os olhos enganar a mente de modo a fazer que as pessoas acreditem numa tridimensionalidade que, na verdade, não estão lá”.

Veja alguns desenhos do artistas:


Desenho 3D (Internet)


Desenho 3D (Internet)


Desenho 3D (Internet)


Momento Elis Regina


"Não tenho tempo de desfraldar outra bandeira que não seja a da compreensão, do encontro e do entendimento entre as pessoas."
Elis Regina

Ben Heine cria surpreendentes desenhos em tamanho natural que parecem ser tridimensionais


Ben Heine é um artista belga de 33 anos de idade, que cria surpreendentes desenhos em tamanho natural que parecem ser tridimensionais. Depois de pronto o desenho, Ben Heine tira fotos de si mesmo interagindo com seu desenho. O resultado é surpreendente.

Ben faz uso de uma técnica chamada anamorfose, que requer que o observador olhe para o desenho de um ângulo bem específico, pois só assim o efeito 3D é possível de modo perfeito. A partir de um ângulo diferente, a ilusão do efeito 3D é distorcida.

“Foi muito emocionante criar essas obras, porque gosto de novos desafios e de surpreender”, disse Ben. O surpreendente é que Ben desenha à mão livre diretamente, sem correções, usando bastões de carvão e lápis de grafite. Ben leva aproximadamente uma semana para concluir cada desenho.

Os esboços começam como desenhos a lápis e o sombreamento é adicionado usando bastões de carvão. Para escurecer grandes áreas durante a composição, Ben chega a usar cerca de 15 lápis e três bastões de carvão. “Na verdade, uso uma combinação de lápis e bastões de carvão para grandes sombreamentos e linhas escuras grossas e uso apenas lápis grafite para pequenos detalhes e sombreamentos suaves”, disse Ben. “Ambos são à base de grafite, portanto produzem efeitos semelhantes”.


O artista Ben Heine compondo um desenho.

Pensamento para o dia: sabedoria independe da idade




4Eliú esperou para falar no fim, pois os outros eram mais velhos do que ele. 5Quando viu que eles não souberam como responder a Jó, Eliú ficou zangado.
Primeira fala de Eliú

Um sopro do Todo-Poderoso dá sabedoria
6Então Eliú, filho de Baraquel e descendente de Buz, disse:
“Eu sou moço, e vocês são idosos.
Foi por isso que não me atrevi a dar a minha opinião.
7Pensei assim: ‘Que fale a voz da experiência,
que os muitos anos mostrem a sua sabedoria!’
8Mas acontece que dentro das pessoas há um espírito,
há um sopro do Todo-Poderoso que dá sabedoria.
9Nós não ficamos mais sábios com a idade,
nem sempre os velhos sabem o que é certo.
10Portanto, escutem o que digo,
pois eu também vou dar a minha opinião.
É Deus que tem de dar resposta a Jó
11“Esperei que vocês falassem
e escutei as suas razões.
Enquanto vocês escolhiam as melhores palavras,
12eu prestava toda a atenção.
Mas nenhum de vocês convenceu Jó,
nem deu resposta às suas palavras.
13Como é que vocês podem dizer que descobriram a sabedoria?
É Deus, e não um ser humano, quem terá de dar resposta a Jó.
14Eu nunca teria respondido como vocês;
mas Jó estava falando com vocês e não comigo.
Quero dar a minha opinião.

Jó 32: 4 a 14

domingo, 17 de setembro de 2017

Cínico vem do grego kyon, kynos ("cão"), mas Zayra é apenas uma linda cachorrinha, parabéns!



Origem da palavra cínico

Uma das mais controvertidas escolas filosóficas da Grécia antiga era a dos cínicos, que desprezavam as aparências e as convenções sociais e pregavam uma vida radicalmente simples e independente. Não há dúvida de que o nome desta escola vem do grego kyon, kynos ("cão"), embora haja duas teorias diferentes para explicar esta origem. Uma a relaciona com o modo de vida de Diógenes, o mais famoso seguidor desta filosofia, que vivia ao ar livre, comendo o que encontrava nas ruas e fazendo suas necessidades em qualquer lugar; ele próprio se intitulava "o cão", e latia quando queria fazer críticas a alguém. A outra liga o nome ao ginásio denominado Cinosarges ("cão branco"), local onde lecionava Antístenes, o filósofo que fundou esta escola.

Zayra não é cínica, ao contrário 
é íntegra.
Temos cinofilia sem cinismo.
E hoje celebramos sua existência!
Salve Zayra!
Viva 17 de setembro de 2017!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...